Carta a um amor inventado,

segunda-feira, outubro 31, 2011 6 Comments

Não sei, parece que o tempo passou despercebido. As coisas andam quietas e já não ouço os teus múrmurios. Às vezes , tenho vontade de te ligar  e falar sobre os devaneios meus, ouvir os teus, falar sobre o clima ou da nova modinha do Bieber. Sei lá, qualquer coisa. Eu só queria ouvir mesmo tua voz, porque eu tenho necessidades extremas e urgentes que me assediam no fim da tarde, aquela saudade que vem no vento, invade o pensamento e paralisa. Quase me faz querer me declarar aos gentios e cristãos e gregos:  -eu te quero bem, e não é pouco e é bonito.
Às vezes, quando você some, fico te inventando em passos recortados de pessoas estranhas, de gente que nem sei o nome, só pra sonhar com o dia em que você parar de tolice e me der, nos der, uma chance e eu vou te dizer: eu vi isso acontecer. E você vai ficar assim, inebriado por alguém ter sonhado com você e é quando você finalmente vai deixar de bobagens e me dar crédito e me confessar baixinho: você estava certa, essas coisas que a gente lê nos livros mais românticos, e que muitas vezes são esquecidos empoeirados na prateleira,  existem mesmo. Esses contos quase de fadas, mas sem mágicas, sem fadas.  E aí, eu te escreveria um conto, um só pra você, para que quando as pessoas lessem pudessem ter as almas tocadas de tão puro que ia ser, sentiriam um pouco da admiração que por ti nutro e que deixo escapar em linhas tortas, cheias de falhas e marcadas por coisas que ficaram por dizer.  Mas elas sentiriam meu bem querer, translúcido e calmo... sentiriam o mundo tomar novo sentido (o mais bonito) e viveriam em paz.
Mas, como você só existe em mim, minhas linhas não são só tortas – estão mortas.  Passam por essa vida, sem cor, sem ar. Mas, ah, se você me faz existir, num despertar tudo se encaixa e toma forma.  Se você me quiser, te juro, serei tua mulher. 

Emma

Some say he’s half man half fish, others say he’s more of a seventy/thirty split. Either way he’s a fishy bastard.

6 comentários:

  1. Tudo tem seu tempo. POrém nem todo tempo do mundo. Reavalie seus sentimentos, veja se vale a pena e lute por seu amor. Quando uma mulher quer um homem pode cre,.. ela consegue!

    ResponderExcluir
  2. Oi Manu, achei seu blog por acaso, e não passou despercebido, gostei daqui e estou seguindo.
    Achei esse texto lindo, você escreve muito bem!

    xx
    http://admiravelmundonosso.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Como é lindo teu blog, com temas super interessantes, gostei de verdade aqui. Muito sucesso para você , viu ? Agora venho trazer uma dica para você blogueira : a @TodaProva está abrindo vagas para as blogueiras ficarem antenadas sobre os produtos antes de comprar http://belezaatodaprova.com.br/qh1in

    Vale a pena, se cadastrar :D

    http://pensamentosdasgirls.blogspot.com/
    Beijos @maysa_lobo

    ResponderExcluir
  4. Palavras bonitas, apenas...
    Bjws"
    Tiver um tempo, visita:
    http://semguarda-chuvas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Nem sou do tipo romântica, mas enquanto ia lendo seu texto, foi passando um filme na minha mente de algo que senti por alguém ... e vc escreveu exatamente o que eu senti. Nem mais nem menos, foi exatamente assim.

    ResponderExcluir